Retratos da Rainha Nzinga: Ginga de Memórias, Ginga de Lutas

Retratos da Rainha Nzinga: Ginga de Memórias, Ginga de Lutas

Descrição do produto

SINOPSE
Poucas personalidades da história têm despertado tamanha fascinação quanto Nzinga Mbandi Ngola (1582-1663) ou Rainha Nzinga, soberana quilombola e heroína nacional de Angola. Em razão da resistência audaciosa e coroada de sucesso que Nzinga moveu em quarenta anos de lutas contra os colonialistas portugueses e o tráfico de escravos, a marca histórica deixada pela rainha é respeitável, indelével e memorável. Daí que seus feitos impõem menção obrigatória nos livros de história africana, americana e mundial, suscitando também diversas representações que expressam o interesse despertado por Nzinga. É amparado nestes pressupostos que o antropólogo Maurício Waldman discorre em Retratos da Rainha Nzinga: Ginga de Memórias, Ginga de Lutas sobre as imagens que buscam retratar a soberana, reveladoras de diferentes formas de percepção do personagem, assim como do ambiente histórico, geográfico, social e cultural no qual estava inserido. Em Retratos da Rainha Nzinga: Ginga de Memórias, Ginga de Lutas são analisados dois retratos icônicos de Nzinga, confeccionados pelo pintor francês Achille Déveria (datado dos anos 1830) e pelo ilustrador estadunidense Tim O’Brien (anos 1990). Ambos constituindo retratos imaginários – pois inexistem registros pictóricos centrados especificamente na Rainha Nzinga – a análise proposta pelo autor entende os dois retratos enquanto acervos imagéticos que espelham o contexto histórico, cultural e social no qual os artistas se inserem, assim como o peso das representações imaginárias justapostas à imagem de quem é representado. Texto de cunho antropológico, Retratos da Rainha Nzinga: Ginga de Memórias, Ginga de Lutas oferece diversas pistas sobre como a África é representada pela cultura ocidental, evidenciando tanto os limites quanto o alcance das representações junto ao imaginário social. E igualmente, o que de concreto pode ser inferido sobre a Rainha Nzinga, sua personalidade e atuação histórica real.

SOBRE O AUTOR
MAURÍCIO WALDMAN é antropólogo, jornalista, pesquisador acadêmico e professor universitário em nível de pós-graduação. Autor de 16 livros e de mais de 500 artigos, textos acadêmicos e pareceres de consultoria, Waldman é graduado e licenciado em Sociologia (USP, 1982), Mestre em Antropologia (USP, 1997), Doutor em Geografia (USP, 2006), Pós Doutor em Geociências (UNICAMP, 2011), Pós Doutor em Relações Internacionais (USP, 2013) e Pós Doutor em Meio Ambiente (PNPD-CAPES, 2015). Waldman atuou como consultor internacional da Câmara de Comércio Afro-Brasileira, como articulista na revista Brasil-Angola Magazine (São Paulo) e professor em afro-educação nos Cursos de Difusão Cultural do Centro de Estudos Africanos da USP (CEA-USP). Colaborador do Jornal Cultura (de Luanda) e do Instituto Portal Afro (São Paulo), é autor de dezenas de textos centrados no temário de África & Africanidades, dentre os quais o livro Memória D’África: A temática africana em sala de aula (Cortez, 2007), obra de referência no campo africanista.

MAIS INFORMAÇÃO:

Portal do Professor Maurício Waldman –  www.mw.pro.br
Currículo Lattes-CNPqhttp://lattes.cnpq.br/3749636915642474
Wikipedia English Edition: http://en.wikipedia.org/wiki/Mauricio_Waldman
Contato E-Mail: mw@mw.pro.br

FICHA TÉCNICA

 

TÍTULO
RETRATOS DA RAINHA NZINGA: GINGA DE MEMÓRIAS, GINGA DE LUTAS

ÂMBITO
ÁFRICA: Coleção Textos Acadêmicos 3

EDITORA
Editora Kotev

DATA DA EDIÇÃO
Fevereiro de 2016

CÓDIGO DE BARRAS
2001002428616

ISBN
1230000948500

IDIOMA
Português

OPÇÕES DE DOWNLOAD
ePub

ACESSO LIVRARIA CULTURA
http://www.livrariacultura.com.br/p/retratos-da-rainha-nzinga-100242861

ACESSO PLATAFORMA KOBO
https://store.kobobooks.com/pt-br/ebook/retratos-da-rainha-nzinga

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Retratos da Rainha Nzinga: Ginga de Memórias, Ginga de Lutas”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *